sábado, 8 de março de 2014

Mulheres maravilhosas na Bíblia…

Eu vivo por pura teimosia...
Na Bíblia encontramos uma série de mulheres significativas e maravilhosas que se destacaram por aquilo que foram e fizeram, no meio de uma sociedade patriarcal e machista. A maioria, porém, não tiveram nome nem rosto... Lembremos com carinho e admiração de um pequeno número delas:

EVA: Adão deu à sua mulher o nome de Eva, mãe de toda a humanidade... (Gn 3, 20)
SARA: a bela esposa estéril de Abraão riu-se da promessa do Senhor e deu à luz Isaac (Gn 21, 1-8). Morreu em Hebron e foi sepultada na gruta de Macpela (Gn 23, 19)
AGAR: escrava egípcia de Sara (Gn 16, 1-16). Mãe de Ismael, filho de Abraão.
Mulher de Ló: O Senhor fez chover enxofre e fogo sobre Sodoma e destruiu aquelas cidades... A mulher de Ló olhou para trás e ficou convertida numa estátua de sal (Gn 19, 24-26).
Rebeca: prima e esposa de Isaac (Gn 24, 15-27,46), mãe dos gêmeos Esaú e Jacó. Jacó aprenderá a se deixar conduzir pela palavra interior de Deus.
Lia e Raquel, filhas de Labão (Gn29, 6-31,34), esposas de Jacó. Lia era desprezada, pois não era bonita, tinha os olhos baços (29, 17).
Mulher de Putifar. Esposa de  um alto funcionário do Faraó, apaixonada perdidamente pelo mordomo de seu marido, José, filho de Jacó, não conseguiu o que queria. Acusou José de assedio, sendo preso injustamente por 12 anos... (Gn 39, 7-19).
Joquebede, a mãe que confiou no Senhor. Escrava hebreia no Egito, esposa de Anrão, mãe de Moisés, Miriam e Arão. 
Míriam, irmã de Moisés e Aarão, líder e profeta. Pulou de alegria quando todos, fugindo do Faraó, passam o Mar Vermelho. Mais tarde, criticou publicamente seu irmão Moisés, por ter tomado uma esposa negra (Núm 12, 1-2); pegou a lepra, mas ficará curada (Ex 15, 20-21; Núm 12,13).
Tamar. Estrangeira, viúva e sem filhos, se disfarça de prostituta para gerar uma descendência, do seu sogro Judá (filho de Jacó e Lia), pois ele não quis seguir a lei do levirato.
Mãe de Sansão. E havia um homem cujo nome era Manoá; e sua mulher, sendo estéril, não tinha filhos (Jz 13,2). Cuidou de Sansão com grande carinho...
Raab: prostituta. Ela é primeira a acolher o povo de Deus na Terra Prometida (Js 2, 1-24). Por ter colaborado com os espiões israelitas em Jericó, foi salva, com toda a família, da destruição da cidade. Mais tarde casou-se com Salmon, pai de Booz, marido de Rute, avô de Jessé e bisavô de Davi. Raab foi uma ascendente de Jesus.
Filha de Jefté. E ela lhe disse: Meu pai, tu deste a palavra ao Senhor, faz de mim conforme o que prometeste... (Jz 11,36). Morreu sacrificada pelo pai, por causa de um voto louco.
Viúva de Sarepta. Elias disse: Não temas... faz primeiro para mim um bolo pequeno... só depois será para ti e o teu filho. (1Re 17,13). Mulher generosa e crente em Deus.
Abigail: mulher de bom entendimento e formosa... (1Sm 25,3).
Ana: Elcana tinha duas mulheres: a primeira se chama Ana e a segunda, Penina (1 Sm 1,2). Ana é a mãe do grande profeta Samuel (1, 20).
Rainha de Sabá (1Re 10, 1-13). Provavelmente era negra e veio visitar o Rei Salomão. Maravilhada com o Templo e a sabedoria do Rei de Israel, envolveu-se amorosamente com ele. O imperador Haile Salassié (1892-1975), da Etiópia, dizia ser descendente direto desse relacionamento...
Sunamita. Residia em Sunam, no sopé do morro Moré; pediu ao marido um quarto para hospedar Eliseu, homem de Deus. Ganhou miraculosamente um filho, pois era estéril. Desesperada com a morte do menino, mandou chamar o profeta Eliseu, que o ressuscita (2Re 4, 1-38). Esta mulher viu a vida, a morte e a ressurreição...
Dalila (Jz 16,4-22). Prostituta filisteia que usou de sua beleza para trair Sansão, seu amante hebreu e se enriquecer. Sua alegria foi a de vencer um dos homens mais fortes e doidos do povo de Israel, entregando-o aos filisteus.
Débora, mulher de Lapidote (Jz 4,4-5,32): Esposa fiel, dedicada e prestativa. Serviu o seu povo com coragem e discernimento, pois foi juiz (líder!) de Israel.
Jael, mulher de Héber, o quenita: bendita seja tu, entre as mulheres... (Jz 4, 17-22). Mulher decidida e corajosa. Não era judia e fazia parte de uma tribo nômade. Mata o comandante Sísara, inimigo de Israel, por isso é elogiada publicamente por Débora, juíza de Israel, e por Barac, comandante do seu exército. Jael jamais imaginou que, um dia, amaria o Deus de Israel!
Atalia: neta do rei Omri (2 Re 8, 45), esposa de Joram, rei de Israel, (841 aC) e mãe de Ocozias. A morte de seu filho, Ocozias, às mãos de Jeú (2Re 8,25-10,36), a transtornou (2Cr 24,7) de tal modo que acaba destruindo toda a descendência real (2Re 11,1) para conservar o poder como rainha-mãe (ano de 842 aC)...
Josabet.  Atalia, mãe transtornada de Ocozias, sabendo que o filho morrera, pôs-se a exterminar toda a descêncecia real... Josabet, porém, filha do rei tomou Joás, filho de Ocozias e o ocultou no Templo, por 6 anos (2 Re11, 1-3). Mulher corajosa, salva Joás da loucura de Atália...
Holda. Profetisa, mulher de Chalum... (2 Cr 34, 22-28).
Ester. Rainha e esposa do rei Assuero (Livro de Ester 7, 1-10) salva o seu povo hebreu de uma artimanha política. Ousada, corajosa, bela e inteligente.
Mical. Filha do rei Saul, irmã de Jônatas e esposa de Davi. Mical fez descer Davi por uma janela para fugir de Saul (1Sm 19,12)... Mais tarde, Mical olhava pela janela e, viu o rei Davi bailando e saltando diante da Arca do Senhor, e o desprezou no seu coração... (2Sm 6,16). Primeira esposa de Davi, foi desprezada pela sua teimosia e chatice...
Rute: (Cf. Livro de Rute). Abimeleque, homem pobre, havia migrado com Noemi, sua esposa, de Belém de Judá para Moab, país estrangeiro. Seus dois filhos Malom (= o fraco!) e Quilion se casaram com mulheres estrangeiras (Malom casou com Rute). Anos depois, morreram os homens e ficaram viúvas as três mulheres: Noemi (=a doce!), Rute e Orfa. Noemi mandou embora as noras, pois resolvera regressar à sua terra Belém de Judá. Rute, porém, teimou em acompanhá-la e, lá chegando, para não morrer de fome junto com a sogra, trabalhava na roça de Booz, catando grãos. Booz casará com Rute e deles nascerá Obed, pai de Jessé e avô do rei Davi. Rute, estrangeira, é, pois, outra ascendente de Jesus.
Noemi esposa de Elimelec e mãe de Malom e Quilion conheceu de perto a pobreza e a fome, acompanhando o marido para um país estrangeiro: Moab. Mulher forte, assistiu à mote do marido e a dos filhos. Da sua nora Rute ouvira um dia: Noemi querida para onde tu fores, eu ire e onde pousares, eu pousarei; teu povo será o meu povo, e o teu Deus, o meu Deus (Rute 1,16). E voltaram para Belém...
Betsabé. Ela é a esposa de Urías, o Heteu... (2Sm, 12, 3). Mulher formosa; sua beleza atraiu os olhos do rei Davi. Era o início de um homicídio e de um adultério. Mãe do rei Salomão.
Gômer: Esposa infiel do profeta Oseias. Vai, toma uma mulher de prostituições, e filhos de prostituição... No livro de Oséias encontramos o tipo de mulher que nenhum marido merece: prostituta, mundana, zombeteira e infiel.
Judite (livro de Judite). História de uma piedosa viúva que se dirige ao acampamento do inimigo e com sua beleza envolve o comandante Holofernes que, embriagado por ela num banquete, lhe corta a cabeça em quanto cochila na tenda... Mulher corajosa que faz um a loucura de matar para defender o seu povo perseguido e oprimido...
Ana (Lc 2, 36-38). Mulher viúva, pobre e idosa, 84 anos, da época do fim do AT e início do NT; viveu apenas 7 anos com o marido. Ela se dedicava ao serviço da casa de Deus, o Templo de Jerusalém: não se afastava do Templo, servindo a Deus em jejuns e orações, de noite e de dia (Lc 2, 37). Um belo dia, Ana teve a felicidade de contemplar a face de Jesus e começou a profetizar dizendo que aquele menino nos braços de Maria era o Messias esperado. Ser viúva era terrível, pois dependia-se da caridade dos outros (da própria família ou a do povo)...
Viúva pobre do NT. A maioria das viúvas, naquele tempo, eram pobres, pois não tinham trabalho e dependiam da caridade dos parentes. Aquela viúva possuía apenas alguns trocados, levou-os à caixa coletora do Templo e ali os depositou. Jesus a viu e a elogiou: esta viúva pobre deu mais que todos outros, pois todos deram do que lhes sobrava; ela porém, deu tudo quanto possuía... (Mc 12. 43-44).
Isabel: Havia um sacerdote, Zacarias, casado com Isabel. Ambos eram justos e cumpriam irrepreensivelmente todas as leis e preceitos do Senhor (Lc 1,6). Mulher estéril, será mãe de João, o Batista.
Marta. Viviam em Betânia Marta, Maria e Lázaro, amigos de Jesus. E certa mulher, por nome Marta, recebeu Jesus em sua casa; Ela tinha uma irmã chamada Maria ... (Lc 10, 38,39). Mulher prestativa, trabalhadeira e um pouco mandona. Teve a felicidade de acolher Jesus na sua casa...
Maria de Betânia. Irmã de Marta e Lázaro, apaixonada pela Palavra de Deus que ouvia de Jesus. Marta reclamou, mas Jesus defendeu Maria: Marta, Marta, andas inquieta e te preocupas com muitas coisas. Entretanto, pouco é necessário e mesmo uma só coisa; Maria, escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada (Lc 10, 38-42). Quando seu irmão Lázaro faleceu, Maria lançou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, se estivesses aqui, meu irmão não teria morrido!... Jesus ficou comovido e também chorou (Jo 11, 33).
A Samaritana (Jo 4, 5-42). Um judeu nunca devia se dirigir a um samaritano e menos a uma mulher que tivera 5 maridos! Jesus passou por cima destes preconceitos, e se dirigiu a esta mulher pedindo-lhe água para beber...
Tabita ou Dorcas (At 9,36-41). Vivia em Jope esta discípula de Jesus, costureira e caridosa. Quando Dorcas morreu, as viúvas da cidadezinha a choraram, pois ela sempre lhes costurava os vestidos, pois naquele tempo não havia lojas de roupa... E quando uma viúva pobre chegava, Dorcas jamais lhe cobrava o preço da costura. Pedro foi chamado às pressas da vizinha cidade de Lida, veio e a ressuscitou, para alegria de suas amigas.
Maria, mãe de Jesus. Maria nasceu em Jerusalém, descendente de família sacerdotal (Joaquim e Ana), desposada com José, homem justo, da linhagem de Davi. (Lc 1,27). O casamento judaico tinha duas etapas: `erusim´: os noivos se comprometiam perante a família e algumas testemunhas, mas não iam viver juntos. Se houvesse relação sexual nesse período, os noivos eram censurados e se a moça tivesse relação sexual com outro homem seria acusada de adultério e apedrejada. Após um ano de compromisso, os noivos se casavam numa cerimônia conhecida como `nisuim´, e iam residir juntos, a fim de constituir família. Quando lemos Lc 1, 26-38 ficamos sabendo que Maria engravidou após o 'erusim' e em Mt 1, 18-19, que José tencionava abandoná-la secretamente, a fim de que não fosse apedrejada. Foi quando ele teve um aviso em sonho de que Maria era inocente (Mt 1, 18-20). Visitando Isabel, Maria louva Deus pelas maravilhas que sente e vê: Minha alma engrandece o Senhor... (Lc 1,46-55). Permaneceu três meses com Isabel e logo  voltou para Nazaré.
Após o nascimento de Jesus em Belém, teve que fugir de Herodes, refugiando-se no Egito e regressando após o hediondo massacre dos inocentes (Mt 2, 19-22). Um dia, até perdeu Jesus em Jerusalém, quando ele tinha apenas 12 anos de idade... e o encontra no Templo. Maria repreende Jesus e ele lhe responde: Por que me procuráveis?... Não sabíeis que devo me ocupar com as coisas  de meu Pai? (Lc 2,41-49). Maria é uma mulher judia de vida santa e irrepreensível. Nas Bodas de Caná a encontramos dizendo a Jesus que o vinho acabara, esperando que Ele resolvesse o problema. Temos uma frase desta bendita mulher: Façam tudo o que Ele (Jesus) vos mandar! (Jo 2,5) e uma oração: o Magnificat.
Mãe de Tiago e João. Então se aproximou dEle a mãe dos filhos de Zebedeu, com seus filhos, adorando-O, e fazendo-Lhe um pedido: ordena que meus dois filhos se assentem contigo no Reino... (Mt 20, 20-21). Boa mãe, mas ambiciosa por pensar só nos seus filhos...
Mulher Cananeia: pagã que busca insistentemente a cura da sua filha: Ó mulher, grande é tua fé, seja feito o que desejas! (Mt 15, 28).
Mulher com fluxo de Sangue. Quando ela ouviu falar de Jesus, meteu-se entre a multidão, e chegando por trás tocou na roupa dele. Ela pensava: Se tocar nas suas vestes, sararei... (Mc 5, 27-28). Mulher doente e excluída.., 
Maria Madalena. Com ele iam os Doze e também algumas mulheres que tinham sido curadas de espíritos maus ou de doenças: Maria, chamada a Madalena, da qual tinham saído sete demônios (Lc 8,2). Mulher forte, amiga de Jesus e primeira a anunciar a Ressurreição do Senhor... Seus olhos viram o mistério da divindade!...
Joana. Jesus viajava de cidade em cidade, de povoado em povoado, pregando e anunciando a Boa Nova do Reino de Deus... Com ele iam os Doze e também algumas mulheres: Maria, chamada a Madalena... Joana, esposa de Cuza, um administrador de Herodes; Suzana, e muitas outras, que lhe prestavam ajuda com seus bens.(Lc 8,1-3). Mulher importante, discípula do Senhor...
Lydia. Uma delas, chamada Lídia, vendedora de púrpura... também nos escutava. Pois o Senhor abriu o seu coração, para que estivesse atenta ao que Paulo dizia (At 16, 14). Muitas mulheres da Bíblia foram chamadas pelo Senhor para que seu plano se tornasse realidade. A Europa precisava ser evangelizada e a semente do evangelho foi lançada por Paulo, através desta mulher forte. Foi em Filipos, lugar improvável para a Palavra de Deus ser semeada, que Lydia ouviu de Paulo as palavras do Shemá: Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças (Dt 6,4). Acreditou em Jesus!
Loide. Lembra-te da fé sincera que está no teu íntimo e que também foi a de tua avó Lóide e tua mãe Eunice... (2 Tm 1, 5). Lóide recebeu das mãos do Senhor uma preciosidade rara, a transmissão da fé para Eunice, sua filha, e depois para Timóteo, seu neto, discípulo de Paulo...
Priscila. Saudai a Priscila e a Áquila, meus colaboradores em Cristo Jesus: eles arriscaram a cabeça por minha vida... (Rm 16, 3-4). Casal que arriscou a própria vida para salvar a de Paulo que, vindo de Atenas para Corinto, conheceu este casal, ficando com eles, pois tinham o mesmo ofício: fabricantes de tendas (At 18, 3). Priscila foi uma grande evangelizadora primeiro em Roma e depois em Corinto e Éfeso); trabalhadora (ajudava o marido na confecção de tendas e artigos de couro); hospitaleira (convidou o apóstolo Paulo para ficar em sua casa); mulher de fé (mesmo sofrendo perseguição não desanimou); serva do Senhor e boa instrutora de Apolo.

Quando vejo esta multidão e diversidade de mulheres que se destacaram no AT pela sua coragem e liderança e no NT pela fé e o serviço, percebo Deus se fazendo presente nas mulheres de todos os tempos: mães, profetas e rainhas; jovens e outras não tão jovens. Mulheres sofredoras, estéreis, sábias, simples e importantes... Mulheres anônimas, que nunca tiveram seus nomes revelados; mulheres amigas, bonitas, generosas e prontas para ofertar a própria vida ou mesmo até suas últimas moedas ou o mais caro dos perfume... Mulheres de ontem e de hoje, mas todas envolvidas na história de salvação e na salvação da nossa pobre e humana história.

Uma pergunta: Você conhece mulheres assim?

3 comentários:

  1. Bonito!... Conheço várias mulheres assim.

    ResponderExcluir
  2. Esse artigo é perfeito para o que eu pretendo fazer com ele daqui um tempinho, se vc conceder os direitos autorais...

    ResponderExcluir